Sem categoria

Governo do RS busca R$ 18 milhões da União para recuperar três pontes e sete trechos de rodovias

By 10 de julho de 2023 No Comments

O governo do Rio Grande do Sul concluiu a etapa emergencial para recuperação da circulação viária em três pontes e sete trechos de rodovias estaduais destruídos após a passagem do ciclone extratropical pelo Estado, em junho. A reconstrução completa, no entanto, ainda não tem previsão de ocorrer em sua totalidade.

Os prejuízos para reparação da infraestrutura viária de gestão estadual estão calculados em R$ 31,5 milhões. Os custos estimados, após duas semanas dos desastres decorrentes do ciclone, envolvem estruturas de contenção, condução e vazão de águas, contenção de encostas, estruturação de traçado, pavimentação e sinalização.

O governo do Rio Grande do Sul concluiu a etapa emergencial para recuperação da circulação viária em três pontes e sete trechos de rodovias estaduais destruídos após a passagem do ciclone extratropical pelo Estado, em junho. A reconstrução completa, no entanto, ainda não tem previsão de ocorrer em sua totalidade.

Os prejuízos para reparação da infraestrutura viária de gestão estadual estão calculados em R$ 31,5 milhões. Os custos estimados, após duas semanas dos desastres decorrentes do ciclone, envolvem estruturas de contenção, condução e vazão de águas, contenção de encostas, estruturação de traçado, pavimentação e sinalização.

Esta técnica também foi utilizada em rota alternativa para a Ponte do Caraá interditada no Km 1,7 da ERS-030, entre Santo Antônio da Patrulha e Caraá, liberada para o tráfego na última sexta (30). Na quinta-feira (29), a passagem emergencial havia sido concluída na ERS-494, na localidade de Morro Azul, município de Três Cachoeiras, distante 80 quilômetros de Caraá.

As entregas, de acordo com a Secretaria de Logística e Transporte do Estado, são soluções provisórias. O titular da Pasta afirma que os recursos disponíveis serão aplicados em projetos executivos de engenharia e financiamento das obras definitivas.

– Com projetos em mão, havendo recursos, podemos diminuir a espera pela reconstrução – explica.

Prioridades envolvem trechos de sete rodovias estaduais

Além das três alternativas às pontes, o Estado listou como prioridades trechos danificados em sete estradas consideradas importantes acessos locais e conexões intermunicipais. Em diferentes níveis de complexidade, necessitam ações para reforço estrutural.

São trechos como na ERS-452, onde a queda de uma barreira havia ocasionado bloqueio total da circulação. O trânsito está liberado com alternância de sentido, entre Feliz a Vale Real.

Já a VRS-826 está totalmente bloqueada no km 9,2, entre Farroupilha e Alto Feliz, na Serra, por decorrência do aumento das rachaduras na pista, que provocaram a interdição da estrada desde o dia 16 de junho. Motoristas devem utilizar como desvio a ERS-122 e a ERS-452 até o município de Feliz e, na sequência, dirigirem-se para Alto Feliz.

Na VRS-873, que havia ficado totalmente bloqueada em Morro Reuter, com realização de limpeza e remoção de barreiras provenientes dos deslizamentos teve o trânsito liberado. A ERS-422 está liberada depois da remoção de materiais após queda de barreira no km 46, em Venâncio Aires. Na ERS-020, trechos que haviam sido interditados já estão com trânsito permitido.

A VRS-840 também teve o tráfego de veículos liberado em Lindolfo Collor. E a ERS-030, após os alagamentos que atingiram os km 29 e 40, em Glorinha e Santo Antônio da Patrulha, respectivamente, voltou a ter circulação, embora se mantenham danos significativos no pavimento.

A autoridade estadual alerta que, em todos estes espaços, a circulação deve ser realizada com cautela, pois há pontos críticos e o trânsito nestas áreas das rodovias precisa ocorrer em baixa velocidade até que as condições de trafegabilidade estejam definitivamente restabelecidas.

LINK: https://gauchazh.clicrbs.com.br/geral/noticia/2023/07/governo-do-rs-busca-r-18-milhoes-da-uniao-para-recuperar-tres-pontes-e-sete-trechos-de-rodovias-cljm1ovox006c0150fd4a1dgz.html

×