Sem categoria

Dnit amplia possibilidade de nova rodovia ligando Caxias

By 5 de junho de 2023 No Comments

Um amplo projeto visando segurança e maior flexibilidade no trânsito das rodovias federais foi apresentado pelo superintendente Regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) no Rio Grande do SulHiratan Pinheiro da Silva. Além de algumas obras que já estão em fase de início na BR-116 na Região Metropolitana, há outras situações a serem avaliadas pelo departamento, como uma extensão da BR-448, esta que ligará a Serra Gaúcha com Porto Alegre. Os projetos foram apresentados durante a reunião-almoço (RA) da Câmara de Indústria e Comércio de Caxias do Sul (CIC).

A apresentação, rica em detalhes, ampliou os principais pontos a serem melhorados ainda em 2023. Dentre as intervenções planejadas, destaca-se a construção de vias adicionais, viadutos e alargamentos em alguns trechos, proporcionando melhores condições de tráfego e flexibilidade. O principal trecho a receber as modificações é na BR-116, em São Leopoldo, onde o palestrante destacou ser um dos locais com mais dificuldades de acesso na Região Metropolitana.

Construção de nova rodovia pode ser realidade entre Caxias e Porto Alegre

Um ponto bastante questionado para Hiratan foram as melhorias e propostas pensadas para o público que trafega entre a Serra Gaúcha e a Capital. O Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) prevê uma ampliação de mais de 82,60 quilômetros da BR-448, partindo da ERS-240 em Portão, contornando em Caxias do Sul, resultando também em um desafogamento da BR-116. Conforme o superintendente, esse é um estudo para ser projetado a longo prazo, sendo por enquanto as prioridades do momento obras já iniciadas ou previstas no cronograma atual. “Essa é uma obra de planejamento longo. Temos que trabalhar agora nas entregas próximas, pois é uma obra que tem que planejar e programar ela a longo prazo. Quando falo em longo prazo seria em mais de dez anos, não é uma obra que a gente vai conseguir incluir no escopo dos próximos dez anos em razão da sua magnitude e sua importância, principalmente olhando o financeiro”.

O representante também destacou sobre o prolongamento da BR-448 até o entroncamento com a ERS-240, sendo a extensão de 18,70 km. Este trecho compreende, atualmente, um volume de 40 mil veículos/dia. O prazo de execução é de 36 meses e com montante destinado de aproximadamente R$ 1.676,80 milhões.

Plano de melhorias para Caxias do Sul

O orçamento e projeto para a construção do viaduto da Perimetral Norte foi atualizado, conforme Hiratan Pinheiro. Agora, após a apresentação de dados pela prefeitura municipal, o processo passará para a fase de contratação de empresas, por meio de licitação. “Nossa equipe agora está juntando os elementos para que a gente consiga encaminhar para os passos licitatórios. Não tenho como estipular um prazo, pois estamos trabalhando nisso. Vamos trabalhar para licitar esse viaduto o mais breve possível”.

Os 900 metros de duplicação da BR-116 na região do bairro Planalto é um assunto que envolve adequações da tubulação de gás. Segundo o superintendente, um dos elementos mais significativos orçamentário é a movimentação de gás. “A gente não tem esse recurso para movimentar esse gás, sendo que a Sulgás (Companhia de Gás do Estado do Rio Grande do Sul) ficou já está ciente da situação após reunião no ano passado, para ver o que é necessário fazer, para passarmos a outra faixa e terminar esses 900 metros que trancam bastante ali. Foi possível fazer um lado, agora precisamos terminar toda a obra nesse segmento”, relatou Pinheiro”.

A construção da passarela na entrada do bairro Planalto, uma demanda antiga na cidade, é um ponto a ser bastante analisado e estudado, devido à logística de utilização. “A gente adéqua as passarelas nas travessias de pedestres mais densas. Precisamos avaliar, pois o não uso da passarela seria por ela estar um local inadequado. Há uma série de limitações para a colocação de passarelas, tanto na faixa de domínio para incluir ela. A passarela parece ser uma obra simples, mas não é. Tem uma logística, de rampas, escada, onde o pedestre tenha locomoção, além de que, há o bloqueio da via. No momento em que começa a construção precisa ser bloqueada a via. Essa passarela carece uma atenção maior”.

 

FONTE:https://leouve.com.br/cidades/dnit-apresenta-projetos-de-melhorias-para-a-br-116-e-amplia-possibilidade-de-nova-rodovia-ligando-caxias-do-sul-a-porto-alegre

×